Empolgação, ansiedade, brilho nos olhos. Esse era o clima dos bastidores do desfile “Passarela em Tons de Rosa”, no dia 30 de outubro, que chama atenção para a prevenção e conscientização da importância do diagnóstico precoce do câncer de mama. 

Em sua oitava edição – a quinta em parceria com a Faculdade de Moda Santa Marcelina (FASM) – o desfile do Icesp contou com o engajamento de mais de 90 alunos, além de diversos profissionais da Faculdade e do Instituto envolvidos, todos empenhados em fazer da passarela um verdadeiro palco de sonhos para os 44 pacientes “modelos”.

Na abertura, subiram ao palco Joyce Chacon, diretora executiva do Icesp; Maria Helena Sponton, coordenadora de Humanização do hospital e organizadora do evento; Lucimara Duarte Chaves, Diretora Acadêmica da Faculdade; Walquiria Caversan, Coordenadora de Moda e Mariane Abakerli, Coordenadora do Bacharelado de Artes Visuais, ambas da FASM.

“Hoje é um dia no qual nós fazemos do Icesp não só um ambiente de tratamento, mas um ambiente que nos brinda com esse momento de carinho e de amor, e com a humanização de que tanto falamos”, ressaltou Joyce.

Na sequência, chegou a hora dos pacientes brilharem. Um a um, eles entraram vestidos com seu melhor sorriso, emocionando a todos e arrancando aplausos do público, que se encantava a cada entrada.

Depois da primeira parte concluída, o Prof. José Roberto Filassi, Chefe do Setor de Mastologia HC – Icesp, falou da importância do momento e agradeceu a oportunidade. “O câncer de mama assusta todo mundo, mas é importante lembrar que, em 90% dos casos, o paciente fica bem e volta ao convívio com seus familiares, como pudemos ver aqui hoje”.

Por fim, os alunos acompanharam seus respectivos modelos, apresentando com orgulho e alegria o trabalho desenvolvido durante os últimos meses. 

“As meninas não fizeram só uma roupa, elas me fizeram um abraço. Elas me ouviram, entenderam as minhas necessidades e dificuldades, elas queriam saber qual era o meu gosto. Então, eu não estava vestindo uma roupa, eu estava ficando bonita”, contou, emocionada, Andrea Sobrinho de Oliveira, paciente e mais nova modelo do Instituto.

Sobre os preparativos

Ao longo dos últimos meses, os alunos de moda envolvidos no projeto assumiram a missão de confeccionar os looks para o desfile. Para isso, estiveram dentro do hospital conhecendo de perto seus modelos, entendendo seus gostos e estilo, tirando medidas e definindo detalhes necessários para a produção das peças personalizadas.

Neste ano, o grande diferencial da apresentação ficou por conta da utilização de tecidos tingidos naturalmente em tons de rosa e carmim. Os figurinos foram inspirados no conceito upcycling, que remete ao uso de roupas prontas e modificadas. 

Dessa vez, o conhecido painel de balões, deu lugar a uma cenografia produzida pelos alunos do curso de Artes Visuais, que criaram uma paisagem onírica com elementos visuais que se uniram nos sete painéis. O verde da base foi escolhido por ser no círculo cromático a cor complementar do rosa, e as mandalas na cor cobre, que é considerado o rosa das cores metalizadas.

A produção de maquiagem foi feita por uma equipe de estilo da empresa Payot e a trilha sonora, moderna e animada, pela DJ Debby Gram.

INSTITUTO DO CÂNCER DO ESTADO DE SÃO PAULO

Av. Dr. Arnaldo, 251 - Cerqueira César - São Paulo - SP
CEP: 01246-000 | Tel.11 3893-2000