Câncer do Colo de Útero

 

Câncer do Colo de Útero

 

O que é câncer de colo do útero?

É uma doença que afeta o colo, a parte inferior do útero, localizada no final da vagina. O câncer no colo do útero pode demorar alguns anos para se desenvolver e, no geral, não apresenta sintomas durante as fases iniciais. 

 

Quais são as principais causas deste tipo de câncer? 

O principal fator de risco para o desenvolvimento do câncer de colo do útero é a infecção pelo Papiloma Vírus Humano, conhecido por HPV. Este vírus é encontrado em mais de 90% dos casos de câncer de colo uterino. Outros fatores que favorecem a infecção são o início da atividade sexual muito cedo, hábitos de vida (fumo, álcool e diversidade de parceiros) e higiene íntima inadequada.

 

Quais são os sintomas da doença?

Nos estágios iniciais, o câncer no colo do útero não apresenta sintomas. Quando o câncer já está mais avançado pode ocorrer sangramento vaginal fora do período da menstruação e/ou após relações sexuais, dor na região pélvica como cólica e secreção vaginal.

 

O câncer de colo do útero tem cura?

Sim. Quanto mais cedo o câncer for diagnosticado, mais chances há de cura. Por isso é importante realizar os exames preventivos.

 

Como evitar o câncer de colo do útero?

Além de evitar os fatores que favorecem a infecção, toda mulher deve fazer o exame Papanicolaou uma vez por ano a partir do início da atividade sexual ou após completar 18 anos. Caso não haja alterações nos últimos resultados, o exame pode ser feito com um intervalo maior, porém a critério do médico. As alterações causadas pelo câncer de colo do útero são facilmente descobertas pelo Papanicolaou. Se houver alguma, você será encaminhada para a realização de outro exame mais detalhado e, caso necessário, receber o devido tratamento.

 

O que é o Papanicolaou?

O Papanicolaou é um exame simples, rápido e que não dói. Com uma espátula e uma escovinha, o médico coleta a secreção do colo do útero. Qualquer alteração é identificada com facilidade, inclusive outras infecções e inflamações que não têm relação com o desenvolvimento do câncer.

 

Com que freqüência deve ser feito o exame preventivo?

Todas as mulheres devem fazer o Papanicolaou. Este exame deve ser realizado uma vez por ano a partir do início da atividade sexual ou após a mulher completar os 18 anos de idade. Caso não haja alterações nos últimos resultados, o exame pode ser feito com um maior intervalo, porém a critério do médico. Se houver alguma alteração, você deverá ser encaminhada para a realização de outro exame mais detalhado e, caso necessário, receber o tratamento.